5 mitos sobre nutrição

From the Blog

5 mitos sobre nutrição

Há muita informação errada circulando sobre nutrição. Listamos os piores exemplos neste artigo, mas, infelizmente, esta é apenas a ponta do iceberg.

alimento-1-ovos1) Ovos são prejudiciais
Há uma coisa que os profissionais de nutrição têm tido um sucesso notável -demonizar alimentos saudáveis. O pior exemplo de que é o ovo, que contem uma grande quantidade de colesterol e, portanto, foram consideradas como aumentadores de risco de doença cardíaca.
Porém, recentemente, tem sido demonstrado que o colesterol na dieta não aumenta de fato o colesterol no sangue. Na verdade, os ovos aumentam principalmente o colesterol “bom” e não estão associados com risco aumento de doença cardíaca.
Acabamos ficando com um dos alimentos mais nutritivos no planeta! Eles tem alta concentração de todo tipo de nutrientes juntamente com antioxidantes que protegem os olhos.
Para terminar, apesar de ser um alimento de “alto teor de gordura”, está provado que comer ovos no café da manhã aumentam significativamente a perda de peso em comparação a um pãozinho francês.
Concluindo: Ovos não causam doenças cardíacas e estão entre os alimentos mais nutritivos do planeta. Ovos no café da manhã pode ajudar a perder peso.

alimento-2-gordura-saturada2) Gordura saturada faz mal
Há algumas décadas foi decidido que a epidemia de doença cardíaca foi causada por comer muita gordura, especialmente gordura saturada.
Isto foi baseado em estudos altamente falhos e decisões políticas que já foram provados serem completamente equivocadas.
Um artigo de revisão publicado em 2010 observou 21 estudos epidemiológicos prospectivos com um total de 347,747 pessoas. Seus resultados: absolutamente nenhuma associação entre gordura saturada e doenças cardíacas.
A idéia de que a gordura saturada aumenta o risco de doença cardíaca foi uma teoria não comprovada que de alguma forma se tornou senso comum.
Comer gordura saturada aumenta a quantidade de HDL (o colesterol “bom”).
Carne, óleo de coco , queijo, manteiga … não há absolutamente nenhuma razão para temer esses alimentos.
Concluindo: estudos recentes têm demonstrado que a gordura saturada não causa doenças cardíacas. Alimentos naturais que são ricos em gordura saturada são bons para você.

alimento-3-graos3) Todo mundo deve comer grãos
A revolução agrícola aconteceu muito recentemente na história da evolução humana e os nossos genes não mudaram tanto assim.Os grãos são bastante pobres em nutrientes em comparação com outros alimentos reais, como legumes. Eles são também ricos em uma substância chamada ácido fítico que se liga aos minerais essenciais no intestino e os impede de serem absorvidos.
O grão mais comum na dieta ocidental, de longe, é o trigo e este pode causar uma série de problemas de saúde , tanto pequenos quanto mais sérios.
O trigo moderno contém uma grande quantidade de uma proteína chamada glúten e há evidências de que uma porção significativa da população pode ser sensível a ele.
Comer glúten pode danificar o revestimento intestinal, causar dor, inchaço, inconsistência das fezes e cansaço. Consumo de glúten também tem sido associado à esquizofrenia e ataxia cerebelar, ambas desordens graves tanto do cérebro.
Concluindo: Os grãos são relativamente pobres em nutrientes em comparação com outros alimentos reais, como legumes. Os grãos de glúten, em particular, podem levar a uma variedade de problemas de saúde.

alimento-4-proteinas4) Comer muita proteína faz mal para os ossos e os rins
Uma dieta rica em proteínas tem sido reivindicada por causar tanto osteoporose quanto doença renal. É verdade que a ingestão de proteína aumenta a excreção do cálcio dos ossos no curto prazo, mas os estudos de longo prazo mostram, na verdade, o efeito oposto.
No longo prazo, a proteína tem uma associação forte com a melhoria da saúde dos ossos e um menor risco de fratura. Além disso, os estudos não mostram qualquer associação de alta proteína com doença renal em pessoas saudáveis.
De fato, dois dos principais fatores de risco para insuficiência renal são diabetes e pressão arterial elevada. Comer uma dieta rica em proteínas melhora ambos.
Concluindo: Uma dieta rica em proteínas está associada com a melhoria da saúde óssea e um menor risco de fraturas. Ela também diminui a pressão arterial e melhora os sintomas do diabetes, o que deve diminuir o risco de insuficiência renal.

5) Alimentos com baixo teor de gordura são bons
Você sabe o gosto real da comida uma vez que toda gordura foi retirada dela? Bom, tem gosto de papelão. Ninguém iria querer comer. Os fabricantes de alimentos sabem disso e, portanto, eles adicionam outras coisas para compensar a falta de gordura.
Geralmente são os adoçantes, açúcar, xarope de milho de alta frutose ou adoçantes artificiais como aspartame.
De fato, muitos estudos mostram uma associação significativa com várias doenças como a obesidade, síndrome metabólica, diabetes, doença cardíaca, parto prematuro e depressão.
Nestes produtos de baixo teor de gordura, gorduras naturais saudáveis ​​estão sendo substituídas por substâncias que são extremamente prejudiciais.
Concluindo: alimentos baixo teor de gordura são geralmente produtos altamente processados ​​carregados com açúcar, xarope de milho ou adoçantes artificiais.

Conteúdo retirado daqui.

Deixe uma resposta